Fisioterapia ao Domicilio em pessoas Idosas

21-05-2013 00:00

Nos últimos anos a expectativa de vida tem aumentado, relativamente á esperança de vida. no entanto, com o aumento dos anos vividos, as pessoas idosas podem apresentar um decréscimo na qualidade de vida, pois em consequência do envelhecimento ocorrem algumas perdas significativas em relação ao nosso corpo. Os sentidos como visão, audição, gustação e olfato diminuem; além de ocorrer uma degeneração óssea, muscular e em muitos órgãos internos como coração e pulmão, que fazem parte do processo de envelhecimento. Em decorrência disso, o idoso pode sentir-se menos disposto e enfraquecido com a diminuição da resistência, força e até mesmo a capacidade pulmonar.

Normalmente queixa-se de dor “aqui e ali”, sendo muitas vezes o “termômetro” da família repetindo frases como: “acho que vai chover, o meu joelho está com dores”. A dor leva a uma maior imobilização deixando-o mais indisposto e fraco; enfrentando mais dificuldades para realização de suas atividades de vida diária (AVD) como tomar banho, vestir-se, caminhar, realizar alguns trabalhos domésticos, piorando muito a sua qualidade de vida.

 

O passar dos anos faz com que o individou esteja mais sujeito a algumas patologias, tais como osteoporose (enfraquecimento dos ossos), artroses (degeneração articular), incontinência urinária, diabetes, hipertensão arterial; o que pode ocasionar problemas de coração e AVC (Acidente Vascular Cerebral).

 

A fisioterapia atua tanto na prevenção quanto na recuperação destas patologias através de um programa especializado conforme a individualidade de cada caso, através da fisioterapia motora, respiratória e neurológica.

 

Em busca da melhoria da qualidade de vida da população na faixa etária da melhor idade, na fisioterapia motora trabalhamos com reforço muscular, alongamento, propriocepção, coordenação e equilíbrio por meio de programas adequados de cinesioterapia (exercícios terapêuticos com utilização ou não de aparelhos), conforme as especificidades de cada pessoa.

 

O uso adequado de ajudas técnicas, também pode ser um bom recurso para o auxilio no dia a dia de alguns idosos. A ajuda técnica mais usada pelos idosos é a bengala e ou a canadiana e tem como objetivo melhorar o apoio para a locomoção; poupando, muitas vezes, algumas articulações.

 

Outro recurso que temos na fisioterapia é a eletroterapia que também dispõe de aparelhos e é muito eficiente para tratamento do idoso nos casos de analgesia (diminuição da dor), edema (inchaço), inflamação e até mesmo para reforço muscular.

A reabilitação pulmonar também é muito importante para o idoso que poderá aumentar sua capacidade pulmonar ocasionando um gasto menor de energia para as atividades de vida diária e maior disposição para a realização de atividades. O tratamento pode acontecer no consultório, em casa, ou até mesmo em um parque, o que depende de cada caso e objetivos propostos.

 

A fisioterapia ao domicilio é muito importante, pois o fisioterapeuta pode observar o ambiente em que o idoso vive e interferir com mais eficácia nas atividades desenvolvidas no cotidiano do idoso, fazendo uso de orientações e até mesmo sugerindo a mudança de alguns objetos na casa, o que chamamos de Ergonomia. Estas adaptações servem para facilitar a vida do idoso e prevenir acidentes (por exemplo: evitando o uso inadequado de tapetes que podem levar ao desequilíbrio, queda e, consequentemente, a uma fratura).

 

Uma frase que ouço muito no início do tratamento de meus pacientes idosos é: “A cabeça quer, mas o corpo não deixa”. No entanto, conforme a evolução das sessões de tratamento, o idoso vai superando seus limites físicos, tornando-se mais confiante e seguro e acreditando na sua capacidade física; integrando assim, a saúde mental e física em sua vida, na busca da felicidade.

 

Portanto, o tratamento fisioterapêutico, quando visto de uma forma global, na maioria dos casos traz melhorias para a qualidade de vida do idoso, levando-o a uma maior independência e interação com o meio social em que vive.

Fisioterapeuta Rui Gomes
Voltar